Make your own free website on Tripod.com
Estudos Bíblicos II
Home | 1 - Estenda a mão para a vida! | 2 - Que acontecerá no próximo futuro? | 3 - O maior acontecimento da história. | 4 - O relógio de Deus... | 5 - O grande amanhã! | 6 - O plano da redenção. | 7 - Que devo fazer para que seja salvo? | 8 - DDD - Discagem Direta à Deus | 9 - Por que Sofremos? | 10 - Quem Criou o Diabo? | 11 - Encontro com a Vida! | 12 - O que é e Onde está o Inferno? | 13 - Obediência - Minha Expressão de Amor | 14 - Seguindo os Passos de Cristo! | 15 - Pode a Maioria Estar Errada? | 16 - Saúde e Felicidade... | 17 - O Evangelho em Símbolos! | 18 - O que está Jesus fazendo agora? | 19 - O Pecado Imperdoável! | 20 - Nascidos para uma Nova Vida!








14 - Seguindo os Passos de Cristo!

"Dois jovens conversavam, bastante preocupados: "Como pode você fazer isto e ainda se considerar cristão?" "Para lhe ser muito franco", respondeu o companheiro, "eu acho que podemos fazer uma porção de "coisinhas" e ainda continuarmos sendo cristãos".
"Está enganado, amigo. Devemos conduzir-nos de acordo com princípios morais claros e invariáveis. Medimos e pesamos nossas compras. A vida no seu aspecto moral e cristão também deveria ter um padrão pelo qual se orientasse." Essas palavras surpreenderam o outro jovem, que declarou: "Pois eu nunca o havia considerado dessa maneira. Em que você se baseia para falar assim?". "É que devemos seguir o exemplo de Jesus em todos os atos de nossa vida.
Cada vez que temos uma importante decisão a tomar, deveríamos perguntar: Que faria Jesus em meu lugar? Se fizermos isto, nunca andaremos por caminhos enganosos."

É ESTABELECIDO UM MEMORIAL DA CRIAÇÃO

"Havendo Deus outrora, falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes dias nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as cousas, pelo qual também fez o universo." Hebreus 1:1 e 2. No princípio o Pai, mediante Jesus, fez o mundo em seis dias. "E havendo Deus terminado no dia sétimo a Sua obra que fizera, descansou nesse dia de toda a Sua obra que tinha feito. E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a obra que, como Criador fizera." Gênesis 2:2 e 3.

O SÁBADO É MEMORIAL DA CRIAÇÃO
1. Deus descansou no sétimo dia. Por que? Estava Ele cansado? Não! Em Isaias 40:28 se nos diz que "Deus não se cansa nem se fadiga." O verbo descansar no hebraico é "shabath"- e quer dizer "celebrar, descansar."
Depois que Deus terminara Sua obra, olhou tudo que tinha feito e achou tudo muito bom.
(Gênesis 1:31). Em outras palavras, Deus sentiu alegria pelo que fizera.
2. Deus abençoou o sétimo dia. Como é importante termos a bênção de Deus, pois a "bênção do Senhor enriquece." Provérbios 10:22. O sétimo dia, o sábado, tem uma benção que os demais não têm.
3. Deus santificou o sétimo dia. Santificar significa separar para um fim santo. Deus separou o sábado para um fim sagrado. O quarto mandamento diz: "Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus: não farás nenhum trabalho, nem tu, nem teu filho, nem teu servo, nem a tua serva, nem teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia de sábado, e santifi-cou." Êxodo 20:8-11

O DIA DO SENHOR
"Também lhes dei os Meus mandamentos, para servirem de sinal entre Mim e eles, para que soubessem que Eu sou o Senhor que santifica." Ezequiel 20:12. Em Isaías 58:13 Deus o chama de "O MEU SANTO DIA" e "santo dia do Senhor". Quando Jesus esteve na Terra, Ele declarou ser o Senhor do sábado (Marcos 2:27 e 28) - o sábado da criação. Ele e o Pai fizeram o sétimo dia - o sábado faz parte da criação.
O apóstolo S. João, quando exilado na ilha de Patmos, escreveu: "Achei-me no espírito, no dia do Senhor". Apocalipse 1:10. Observamos as expressões: "o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus", "Meus sábados"; "Meu santo dia"; "Santo dia do Senhor"; "Senhor do sábado" e "dia do Senhor". Se transferíssemos a instituição do dia de repouso para outro dia da semana, tê-la-íamos em tempo no qual Deus não descansou, tempo que Ele não abençoou nem santificou. Igreja alguma, estado ou país, pode instituir outro Dia do Senhor.

GUARDOU JESUS O "SEU DIA"?
"Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga; segundo seu costume, e levantou-Se para ler." Lucas 4:16. Jesus tinha por costume ir a um lugar de adoração no dia de sábado, pois Ele disse: "Tenho guardado os mandamentos de Meu Pai". S.João 15:10 Jesus nunca transgrediu o sábado. Ele guardava e honrava o dia que Ele instituiu na criação. Ele mesmo disse: "Eu, o Senhor, não mudo". Malaquias 3:6. "Não penseis, que vim revogar a lei ou os profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra." S. Mateus 5:17 e 18.
Além da guardar o sábado, Jesus ensinou como guardá-lo, pois muitos haviam perdido o sentido espiritual do sábado. Disse Jesus: "É lícito fazer bem aos sábados". S. Mateus 12:12. Jesus fazia o bem no sábado - curava enfermos, dava vista aos cegos. Num sábado, ao passarem pelas searas, estando Seus discípulos com fome, concordou que eles colhessem espigas para comerem o grão. (S. Lucas 6:1) Repetidas vezes encontramos Jesus esclarecendo aos judeus como devia ser a verdadeira observância do Seu santo dia, pois eles o haviam tornado um fardo em lugar de benção, por causa das centenas de restrições absurdas que estabeleceram.
Por exemplo: não atendiam a um doente no sábado, nem curavam uma ferida; levar lenço no bolso; andar mais de 2 quilômetros; atar ou desatar nós, olhar num espelho na parede, eram consideradas transgressões do sábado. A lei de Deus é uma lei de amor, e atos de misericórdia não são por ela proibidos.
Ao Jesus profetizar a destruição de Jerusalém, que se deu no ano 70, portanto, cerca de 40 anos após a Sua ressurreição, Ele aconselhou: "Orai para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no sábado". S. Mateus 24:20. Não no inverno - por causa das noites frias no Oriente; e nem no sábado, pois, ao fugirem, provocariam certa confusão e o próprio viajar no dia de sábado, não seria condizente com a santificação desse dia. Jesus, pois, recomendou que, 40 anos após Sua ressurreição, se lembrassem do sábado. "Lembra-te do dia do sábado!" E a fuga se deu numa quarta-feira.
Completando o Seu trabalho de criação em seis dias, Jesus descansou no sétimo dia. Após completar Seu trabalho de salvação, com a morte na cruz, Ele descansou na sepultura no sétimo dia. Na Criação e na Redenção, Jesus descansou no sétimo dia - O Sábado.

SEGUINDO O EXEMPLO DE JESUS
Os seguidores de Jesus foram cuidadosos em guardar o sábado como o Mestre deles o havia feito. "Era o dia de preparação e começava o sábado. As mulheres que tinham vindo da Galiléia com Jesus, seguindo, viram o túmulo e como o corpo fora ali depositado. Então se retiraram para preparar aromas e bálsamos. E no sábado, descansaram segundo o manda-mento." S. Lucas 23:54-56.
Esse relato foi escrito pelo médico Dr. Lucas, cerca de 25 anos depois da morte e ressurreição de Jesus. E ele identifica o dia santo, dizendo que estava entre a sexta-feira e o primeiro dia da semana.
O apóstolo S. Paulo foi comissionado por Deus para levar as maravilhosas "novas da salva-ção" aos gentios. Ele guardava o sábado entre os gentios. Em Antioquia da Pisídia foi aos sábados à sinagoga (Atos 13:14, 42 a 44). Em Filipos, possivelmente por não haver sinagoga na cidade, ele, no sábado, adorou a Deus fora da cidade, junto ao rio (Atos 16:13). Em Tessalônica, na Grécia, "segundo o seu costume, dissertou na sinagoga" (Atos 18:1-4 e 11). Contando todos esses sábados, temos o total de 84 sábados mencionados no Novo Testamento, guardados por S. Paulo e os demais crentes após a ressurreição de Jesus.

É O SÁBADO "UMA SOMBRA"?
Alguns se apegam erroneamente a algumas passagens da Bíblia para afirmar que o sábado foi pregado por Cristo na cruz. "Ninguém pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados. Porque tudo isso tem sido sombra das cousas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo." Colossenses 2:16 e 17.
Deus deu a Israel, junto ao Sinai, além da lei dos 10 mandamentos, que é eterna e imutável, a lei cerimonial a qual era temporária e provisória. Essa veio a existir depois da queda do homem; consistia em manjares e bebidas e sacrifícios; destinavam-se a chamar a atenção para a primeira vinda de Jesus o qual iria morrer como "Cordeiro de Deus" em lugar do pecador. Por essa lei estabeleceu o Senhor sete dias de descanso anuais (feriados). Estes dias também foram chamados "sábados", pois a palavra sábado quer dizer descanso. Esses "feriados" estavam relacionados com o dia das trombetas, festa dos tabernáculos, dia da expiação, etc. Eram sete ao todo e eram sábados móveis, pois caíam em diferentes dias da semana, de ano para ano; ao passo que o sábado da lei de Deus ou Decálogo, cai sempre no sétimo dia da semana.
Ao morrer Jesus na cruz, o "véu do templo rasgou-se em dois, de alto a baixo" (Mateus 27:51). Isto era um sinal de que aquelas cerimônias e sacrifícios não seriam mais necessários pois eram apenas uma "sombra" do verdadeiro "Cordeiro" que agora morria em lugar do pecador. Essa lei cerimonial foi cravada na cruz e por isso aqueles sete sábados anuais não se acham mais em vigor.
O sábado semanal da criação não tem nada que ver com os sábados cerimoniais. O sábado semanal, da criação, o sábado do senhor, será guardado também na Nova Terra: "Porque, como os novos céus e a nova Terra, que hei de fazer, estarão diante de Mim, diz o Senhor, assim há de estar a vossa posteridade e o vosso nome. E será que de uma lua nova à outra e de um sábado a outro, virá toda a carne a adorar perante Mim, diz o Senhor". Isaías 66:22, 23.

BÊNÇÃOS PARA OS FIÉIS
"Se desviares o teu pé de profanar o sábado, e de cuidar dos teus próprios interesses no Meu santo dia, mas se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, não pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs, então te deleitarás no Senhor. Eu te farei cavalgar sobre os altos da Terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Senhor o disse." Isaías 58:13 e 14.

IASDTatui



Volte para EVENTOS FINAIS.

O NOSSO SITE OFICIAL