Make your own free website on Tripod.com
Estudos Bíblicos II
Home | 1 - Estenda a mão para a vida! | 2 - Que acontecerá no próximo futuro? | 3 - O maior acontecimento da história. | 4 - O relógio de Deus... | 5 - O grande amanhã! | 6 - O plano da redenção. | 7 - Que devo fazer para que seja salvo? | 8 - DDD - Discagem Direta à Deus | 9 - Por que Sofremos? | 10 - Quem Criou o Diabo? | 11 - Encontro com a Vida! | 12 - O que é e Onde está o Inferno? | 13 - Obediência - Minha Expressão de Amor | 14 - Seguindo os Passos de Cristo! | 15 - Pode a Maioria Estar Errada? | 16 - Saúde e Felicidade... | 17 - O Evangelho em Símbolos! | 18 - O que está Jesus fazendo agora? | 19 - O Pecado Imperdoável! | 20 - Nascidos para uma Nova Vida!








13 - Obediência - Minha Expressão de Amor

Já pensou algumas vez o que nos sucederia se as leis da natureza mudassem? Imaginemos o que aconteceria, por exemplo, se a lei da gravidade falhasse. Desapareceríamos no espaço! Ou, se esta força, a gravidade, de repente se duplicasse - teríamos até dificuldade de levantar o pé do chão, pois a pressão seria forte demais. A própria razão nos diz que desde a criação do Universo devem haver existido leis e princípios imutáveis para dirigir todas as coisas criadas, desde o Sol, a Lua, estrelas e planetas, até as mais insignificantes.

A ciência descobriu que o átomo é uma das coisas mais perfeitamente equilibradas do Universo. Ele obedece fielmente às leis que governam sua existência invisível. O menor desvio dessas leis físicas significaria o desastre de nosso mundo e do Universo. O sistema estelar é maravilhosamente perfeito. O astrônomo, o homem da ciência, vivem admirados da perfeição do Universo. Deus é o seu autor! E assim como Suas obras são perfeitas, Suas leis também o são. Para o bem-estar e harmonia do Universo, o criador formulou leis perfeitas e eternas e não as modificou jamais. Deus é um Ser imutável. Suas leis são eternas. "Porque Eu, o Senhor, Não Mudo." Malaquias 3:6 S.Tiago realça a imutabilidade de Deus: "Toda boa dádiva e todo dom perfeito é lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação, ou sombra de mudanças." S.Tiago 1:17
Se Deus mudasse, ainda que fosse no mínimo, deixaria de ser perfeito. Se Suas leis, físicas ou morais, mudassem, não seriam perfeitas, e em tal caso a anarquia, confusão tomariam o lugar da ordem e harmonia. É precisamente o que aconteceu em nosso planeta, com a entrada do pecado, isto é, a rebelião contra a lei de Deus.

A LEI DE DEUS É PERFEITA
Nosso Deus perfeito, não poderia promulgar leis que não fossem perfeitas. "A lei do Senhor é perfeita e restaura a alma." Salmo 19:7. "Ela é santa, justa e boa." Romanos 7:12.
A lei divina, reflexo do caráter de Deus, não pode ser mudada, assim como não mudam as leis que governam o mundo físico.
Desde quando existe a lei de Deus? Desde o princípio do mundo. Quando nossos primeiros pais pecaram, violaram princípios da divina lei. A Escritura diz: "Onde não há lei, também não há transgressão". Romanos 4:15 "Pecado é a transgressão da lei." I S.João 3:4
Muito antes de Deus haver escrito Sua lei em tábuas de pedra, ela era conhecida e obedecida. Abraão, por exemplo, conhecia a lei de Deus. "Porque Abraão obedeceu à Minha palavra e guardou os Meus mandamentos, os Meus preceitos, os Meus estatutos e as Minhas leis." Gênesis 26:5
A lei já era conhecida, mas agora Deus a queria dar por escrito para que ninguém se desculpasse, dizendo que não tinha conhecimento dela, e para que a Sua vontade fosse conhecida por todos.

A LEI PROCLAMADA NO SINAI
"Todo o monte Sinai fumegava, porque o Senhor descera sobre ele em fogo; a sua fumaça subiu como fumaça de uma fornalha, e todo o monte tremia grandemente." Êxodo 19:18
Havia um motivo especial dessa fumaça e tremor do monte: Deus queria impressionar Seu povo de tal maneira, que jamais esquecessem do que estava para lhe dar. Para a soleníssima ocasião, devia o povo fazer uma preparação: lavar-se, humilhar-se, jejuar, orar, para que ficassem purificados de todo pecado - enfim, santificar-se. Na manha do terceiro dia, ouviu-se um forte sonido de trombeta e Moisés levou o povo ao pé do monte e ali permaneceram; Moisés, porém, subiu ao monte e Deus pronunciou Seus 10 mandamentos e os escreveu com o Seu próprio dedo. (Êxodo 31:18). Estes mandamentos da lei de Deus estão relatados em Êxodo 20:3-17.

CRISTO E A LEI
Qual foi a atitude de Cristo para com a lei? São Suas as declarações: "Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas", "não vim revogar, vim para cumprir." S. Mateus 5:17. "Se guardares os Meus mandamentos, permanecereis no Meu amor; assim como também Eu tenho guardado os mandamentos de Meu Pai, e no Seu amor permaneço." S. João 15:10. "Se queres entrar na vida, guarda os mandamentos". S. Mateus 19:16 e 17. Então mencionou alguns preceitos do Decálogo, mostrando que era aos 10 mandamentos que Ele se referia.

NOSSO ESPELHO ESPIRITUAL
A lei revela o pecado, pois é a norma da vida perfeita. Quando alguém mente, a lei adverte: "Não dirás falso testemunho". Quando alguém se apropria do alheio, a lei mostra o pecado: "Não furtarás". O apóstolo S. Paulo diz que "pela lei vem o conhecimento do pecado". Romanos 3:20. É por esta razão que S. Tiago compara a lei de Deus a um espelho: "Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não praticante, assemelha-se ao homem que contempla num espelho o seu rosto natural... mas aquele que considera atentamente na lei perfeita, lei da liberdade e nela persevera, não sendo ouvinte negligente, mas operoso, praticante, esse será bem-aventurado no que realizar." S. Tiago 1:23-25.
Como o espelho mostra o rosto limpo ou manchado, a lei revela se estamos bem com Deus ou não. A lei de Deus, qual espelho, mostra o pecado. O sangue de Cristo me purifica do pecado. A lei de Deus aponta meu problema. Só o Salvador, o divino Médico da alma, pode me curar.

A LEI SERVE DE PROTEÇÃO
"A lei não fora proferida naquela ocasião exclusivamente para o benefício dos hebreus... Os preceitos do decálogo foram dados para a instrução e governo de todos. Dez preceitos breves, compreensivos e dotados de autoridade, abrangem os deveres do homem para com Deus e seus semelhantes, e todos baseados no grande princípio fundamental do amor." Encontramos nossa responsabilidade para com Deus nos primeiros quatro mandamentos - e nosso dever ao próximo nos seis restantes. "Amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração e de toda a tua alma e de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e amarás o teu próximo como a ti mesmo." S. Lucas 10:27
Estes preceitos, se observados, servem de proteção para a família, igreja e sociedade. Quão lamentável é que eles são hoje tão esquecidos. Pouco se fala deles até na própria igreja. Os juvenis e jovens quase os desconhecem de todo. Não admira que tantos deles são transviados! Não admira que o crime aumenta alarmantemente!

OBEDIÊNCIA E LIBERDADE
Custa-nos crer que, enquanto a autoridade civil reconhece que a obediência à lei significa liberdade, ainda haja quem ensine que obedecer à lei de Deus seja escravidão. Pensemos um pouco: Quem é escravo - aquele que não pode viver sem "drogas" ou quem não as usa? Quem é livre - aquele que obedece às leis do país ou o que as transgride? Que liberdade há para o criminoso? Aquele que transgride a lei, perde sua liberdade - será preso. O cidadão que obedece às leis é um homem livre. S. Tiago chama os 10 mandamentos de "Lei da Liberdade". S. Tiago 2:12.
A obediência do cristão aos Dez mandamentos não é para obter salvação, mas uma espontânea demonstração de haver ele sido salvo pela fé em Jesus. A salvação que Jesus da ao que nEle crê restaura o homem de vícios e pecados e torna feliz. "Felizes os irrepreensíveis no seu caminho, que andam na lei do Senhor". Salmos 119:1.
DEBAIXO DA LEI OU DA GRAÇA
A lei não nos salva, pois não tem virtude salvadora. O seu papel é mostrar o pecado e a nor-ma da justiça. "De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé." Gálatas 3:24. Salvação é um dom gratuito. A graça é um favor de Deus, estendida ao pecador que a não merece. "Deus amou o mundo de tal maneira, que deu ..." S. João 3:16 - isto é graça. "Pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós, é dom de Deus." Efésios 2:8. Graça - é a mão de Deus que se estende para a humanidade. Fé é a mão do homem que se ergue para pegar a mão de Deus.

A LEI SERÁ A NORMA DO JUÍZO
"Teme a Deus e guarda os Seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más." Eclesiastes 12:13 e 14. "Um só é Legislador e Juiz." S.Tiago 4:12 Há um só Legislador, e por conseguinte uma só lei e por ela seremos julgados. "Falai de tal maneira e de tal maneira procedei, como aqueles que hão de ser julgados pela lei da liberdade." S. Tia-go 2:12.

AMOR E OBEDIÊNCIA
Disse os Senhor Jesus: "Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos." S. João 14:15. "Porque este é o amor de Deus, que guardemos os Seus mandamentos." I S.João 5:3. "Mas," dirá alguém, "é impossível guardar a lei - ninguém pode fazê-lo." É verdade.
Não podemos guardá-la por nós mesmos. Porém, podemos dizer com o apóstolo S. Paulo: "Posso todas as cousas nAquele que me fortalece". Filipenses 4:13.

IASDTatui



Volte para EVENTOS FINAIS.

O NOSSO SITE OFICIAL